quinta-feira, 31 de julho de 2014

O Meu lado ensonado

Como imaginavas esta fase da tua vida na infancia?
Eu imaginava q com a minha idade ja fosse uma velha sábia de cabelos brancos e curtos. Com filhas adolescentes. Professora dedicada. Casada.Mas nao perdia muito tempo a pensar nisso.Aborrecia-me.
A realidade é diferente.
Nao sinto velhice mas crescimento.Interior.
Sou uma criança desorganizada.
Criativa.
Acredito no amanhã mais que na maioria das pessoas. Percebo os seus passos mas não concordo com eles.
Tenho muita pena de quem vive e respira a propria hostilidade.
Vivemos num mundo demasiado6 complexo e com demasiadas coisas inacessiveis a todos.
Eu sou espalha brasas. A minha mãe sempre me chamou refilona. Não me queixo, refilo, protesto.Não ameaço ninguem.
Mas compreendo que nem todos possamos ter as mesmas coisas. Menos ainda sem termos dedicação , empenho, mostrarmos trabalho.
E um dia, depois de muita entrega, começas a ter nas tuas mãos reconhecimento. Afastas te do que faz mal.
Desprendes te do que não interessa.
E abres a tua janela de forma a que possa entrar o sol.

5 comentários:

  1. Eu sinceramente, não estava a espera de metade das coisas que me aconteceu de momento quando era mais pequena.. XD XD a minha mãe chamava-me nariz empinado (quando chateava-me a serio, andava sempre de cabeça mais levantada e não falava para ninguém lol)

    ResponderEliminar
  2. Eu quando era criança achava sempre que era adulta e que a vida era algo complicado mas muito linear e no meu diário até tinha um plano de vida, que incluía o tipo de casa (que tinha de ser de madeira... agora não me lembro porquê) que ia ter por esta altura, e não queria filhos nem homens (achava isso tudo muito inútil e achava muito parva a ideia dos adultos andarem aos pares)... agora que sou grande acho-me uma criança maluca, vivo num apartamento que adoro e não é de madeira ahahah e a vida é uma confusão muito boa mesmo (ah e também já percebi a "utilidade" de namorar ihihih) XD

    ResponderEliminar
  3. Nem tudo o que imaginamos acontece na realidade

    ResponderEliminar
  4. Penso nisso muitas vezes, será que a vida que imaginamos nos faria mais feliz do que somos na realidade??

    ResponderEliminar